quinta-feira, 24 de julho de 2014

Dicas valiosas pra vc que tem ministério infantil

Dicas valiosas pra vc que tem ministério infantil
Toda criança gosta de uma boa historia...
Ela é um dos meios mais eficientes de ensino,
o método que Jesus, o melhor professor,usava ao ensinar!
Conte histórias Bíblicas, ilustrações, de fundo moral e evangelístico, histórias que ajudem as crianças a entenderem melhor o assunto, ou historias sobre quando você era pequeno...rs
( Eu tenho um monte  rs )
Existem varias formas de fazer a criança
prestar atenção nas suas historias...
Vou deixar aqui algumas dicas de como conta-las de forma criativa:
*Não apenas leia, isso é triste rsrs
Conte a historia com suas palavras (pra isso leia ANTES neh? ) coloque emoções nelas, mude seu tom de voz, seu jeito de falar,
não olhe apenas para o livro, olhe para as crianças e veja as reações delas. Mas, para isso, claro, é preciso conhecer muito bem a historia que irá contar...
*Use um baú, uma caixa ou uma sacola de historias rs
Contendo nela objetos que façam parte da sua historia,
vá retirando conforme vai contando, ou, se preferir faça deles personagens e conte como um mini-teatrinho, um pregador de roupas pode ser um temido jacaré... uma bola de algodão uma das ovelhas perdidas... use sua imaginação e a criatividade que Deus te deu, mas se achar que não tem, peça a Ele , que certamente lhe dará...
*Use fantoches, palitoches, dedoches para interpretar.
( Funciona melhor com os pequenos, mas as vezes ate os maiores se juntam a eles para ouvir... rs )
*Vá usando uma roupa igual a de algum personagens e deixe elas descobrirem de qual historia você vem...rs
*Chame crianças que gostam de participar para fazer parte da historia... ( Isso eu faço mto aqui  )
*Faça algumas perguntas durante a historia para ver se estão prestando atenção. Use palavras que entendam, crianças costumam ter uma linguagem própria a sua idade, então não use palavras que ainda não possam compreender... senão vc facilita eles de NÃO entenderem nada 
*Faça um tapete de historias com E.V.A e criatividade,
não é um tapete comum, é um "Tapete-cenário" para as historias com dedoches e objetos.
*Use auxilio visual com desenhos grandes sobre a historia e vá contando: "Esta é a Maria..." Varie tbm o formato dos visuais!
Redondos, quadrados, isso tbm chama a atenção 
*Interprete. Suba numa cadeira para contar a historia de Zaqueu...conte sobre árvores onde vc já subiu..deixe-os falar e participar da sua historia...
*Use objetos, use a imaginação, a criatividade, a curiosidade deles!
Use uma lanterna para falar sobre a luz... peça para fecharem seus olhos e conte sobre o cego Bartimeu... esconda uma moeda de chocolate e conte sobre a dracma perdida...
(só não esqueça de no final dar uma pra cada...  )
Enfim,
Existem inúmeras formas de se contar uma boa historia,
só não esqueça de uma coisa importante:
Quando vamos falar com crianças a primeira coisa de que precisamos é ganhar sua atenção inicial, senão a aula estará perdida...
Diferente dos adultos elas são comunicativas, todas se conhecem,
e quando não, fazem questão de se conhecer e saber das novidades, por isso é preciso fazer algo que desperte sua atenção para NÓS..
Estas dicas você encontra na minha apostila, mas vou deixar uma que mais uso aqui, por natureza, crianças são muito curiosas, então procuro sempre usar isso ao meu favor, e ao iniciar uma aula digo:
"Quem será que sabe o que tenho aqui?"
"Quem sabe o que é isso? E pra que serve?"
Bem, usando estas dicas para contar suas historias,
creio que a cada dia você encontrara outras, pois toda jornada, começa com um primeiro passo neh 
Mas lembre-se de adaptar cada historia contada com a palavra e a lição que você vai dar... a historia não é algo "a parte" deve SER parte da aula!
Fonte desta imagem: http://www.educa.madrid.org

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Selinho para todos visitantes 2014


Dicas para Blogs
<a href='http://drikalixtomeucantinhodoeva.blogspot.com.br/' title='Dicas para Blogs'><img src='http://enderecodobanner.jpg' alt='Dicas para Blogs' width="150" height="70"></a>

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

ano que veem estaremos voltando com força total ok beijos desde já agradeço a todos e um,Feliz ano novo bem adiantado e pra todos

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Esclarecimentos aos meus seguidores

A paz a todos , e ate aqueles que ainda nao são servos de Deus mais curtem meu bloguinho,fico muito feliz com esses 400 seguidores, que tem deixado recadinhos tão carinhosos para mim ,mais tbem fico preocupada porque estou em falta com todos vocês,desde qdo perdi meu grupo de crianças ,acho que foi a primeira luta que passei neste ministério ,não tive mais aquela alegria de escrever histórias,está faltando algo? as crianças,mais fico feliz por muitos estarem usando um pouquinho do que eu aprendi com seus pequenos ,orem por mim para eu poder seguir em frente este ministério nem que seja aqui neste blog,pois vejo que aqui ele tem dado frutos ao Senhor Jesus.Desde já beijos mil a todos vocês meus seguidores e visitantes e breve selinho comemorativo de 3 anos do bloguinho isso mesmo ......

domingo, 13 de outubro de 2013

como contar uma história...




Como contar uma história bíblica para criança?



POR QUE CONTAR HISTÓRIA?
A história tem a propriedade de ser um estímulo ao “desenvolvimento da atenção, da imaginação, da linguagem, de hábitos saudáveis; amplia o horizonte das idéias e do conhecimento”.Nossa responsabilidade como educadores cristãos é muito grande. Não devemos ser apenas professores no domingo, mas o nosso preparo deve ser constante. O apóstolo Paulo escreveu em Romanos 12:76: Mas o que ensina, esmera-se no fazê-lo.
O OBJETIVO DO PROFESSOR através da apresentação da história bíblica é o de gan
har a criança para Cristo, fortalecê-la, com a com a palavra de Deus para o crescimento espiritual e prepará-la para um serviço cristão.

NECESSIDADE DE UM PLANEJAMENTOA) A professora que se preocupa com uma preparação adequada, ama e respeita os seus alunos.
B) A professora bem preparada transmite confiança através dos ensinos
C) Para conseguir um bom planejamento precisamos encontrar tempo para desenvolver o mi
nistério que o Senhor Jesus nos tem dado.
D) Formular uma lista de material que irá usar, sendo o primeiro a bíblia
E) Prepare o conteúdo
A
CRIANÇA E A PALAVRA DE DEUS
“A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração, isto é, a palavra de fé que pregamos
”.
Como educadores cristãos, temos diante de Deus uma grande responsabilidade, que é o de ensinar a criança no caminho em
deve andar.
Veio-nos a pergunta:
1) O que ensinar a criança?
2) Como ensinar a criança?

O QUE ENSINAR A CRIANÇA?
Devemos colocar nos corações das crianças os Princípios Bíblicos de Fé, Esperança e Amor, preparando para a adolescência e juventude, com um evangelho de prática não só de teoria.
2)COMO ENSINAR?
Primeiro o professor tem que conhecer as diferenças pessoais existentes entre seus alunos.

APRESENTAÇÃO DA LIÇÃO
Seja alegre, anunciamos as boas Novas.
A professora experiente possui sua própria forma de contar histórias, mas, ainda que já tenha certa experiência nessa arte, todo professor deve procurar melhorar ainda mais. Seguem algumas sugestões importantes:

1 - Antes de começar a contar a história, o professor deve se assegurar de que todas as crianças estejam bem acomodadas
2 - A professora de assegurar-se de atraiu a a
tenção de seus alunos antes de iniciar o relato da história.
3 - É necessário que a professora envolva-se por completo com a história.
4 - A professora precisa envolver não só sua mente, mas também todo seu corpo, na transmissão da história.
5 - Somos necessárias uma atenção especial para com a voz
6 - Identifique as pessoas da história pelos tons da voz.
7 - Para que a professora possa ter um bom desenvolvimento, é necessário não sobrecarregar a história com descrições sem importância.
8 - É importante que o professor utilize palavras que denotem ação, como: andar, correr, fazer, ir. Isto dá à história movimento ação e interesse.



Como trabalhar uma história?

• Selecionar
• Recriar
• Ensaiar
Eis algumas recomendações importantes para quem deseja ser uma boa professora de escola dominical.
1 - Evite ler história
2 – Tente utilizar figuras ou recurso audiovisual
que estejam em bom estado de conservação
3- Procure contar as histórias bíblicas sendo fiel a sua narrativa, mas utilizando vocabulário adequado, considerando a faixa etária das crianças com quem trabalha.
4 - Contar uma experiência; algo que aconteceu a você, e de preferência que não te coloque como um "bom" exemplo
5- Use e abuse de teatro, fantasias ou um único boneco

6 - Discussão / perguntas e repostas Para crianças mais velhas; lembre-se que uma história bíblica não é uma palestra
7- Coros, cantos e histórias com eco.
8 – Seja criativa. Use desenho, Acrósticos. Flanelógrafo, Outros métodos visuais incluem modelagem, dobraduras, quadros de giz, mapas... Use figuras para ilustrar: Lembre-se a criança aprende pelos cinco sentidos. Visão, Tato, Audição, Paladar e olfato.


ESTRUTURA DA HISTÓRIA
– deve seguir estas 4 fases:
1. Introdução: deve ser rápida, interessante apresentando os personagens sem
divagação. Ex: há muito tempo, era uma vez…
2. Desenvolvimento: são contados os fatos essenciais com bastante ação.
3. Clímax: ponto de maior emoção da história.
4. Conclusão: Aqui você deve ter maior atenção, pois na conclusão é que transmitimos a lição, o ensinamento para quem ouve.
Quais são os elementos necessários para se contar uma história?
• Emoção
• Expressão
• Improvisação
• Espontaneidade
• Credibilidade

• Voz
Quais as formas para se apresentar uma história?
Simples narrativa
• Histórias narradas com auxílio do livro
• Com gravuras
• Com fantoches

• Flanelógrafo
• Painéis, recortes, carimbos ou dobraduras
O recurso utilizado irá depender do número de ouvintes e do espaço físico que está disponível. Para cada situação um recurso que melhor se encaixe com o público ouvinte.

QUAIS ATIVIDADES PODEM SER DESENVOLVIDAS A PARTIR DA HISTÓRIA?
• Dramatização: após o término da história, reúna as crianças para juntos encenarem o que acabaram de ouvir.

• Trabalhos manuais: Recortes, dobraduras, colagem, pintura, atividades manuais que lembrem o que foi contado.
• Brincadeiras, jogos e atividades que complementem o ensino passado





- TAREFA DO (A) PROFESSOR (A) -
A lista abaixo irá ajudá-lo, a saber, o que se espera de você a cada semana. Adapte-a de modo a satisfazer sua necessidade.
1) A Escola Dominical começa _____ horas. Por favor, esteja presente ao menos 15 minutos antes da hora.
2) Apanhe as coisas de que você vai precisar e arrume a sala.
3) O aprendizado começa logo que a criança entra na sala. Esteja pronto para ajudá-la.
4) Mostre-se alegre ao ver a criança na casa de Deus.
5) Mantenha o registro de freqüência.
6) Tenha às mãos: a Bíblia, o exercício de fixação pronto para mostrar a classe, recursos visuais sugeridos, etc.

7) Ajude a criança individualmente para que ela participe da aula.
8) Dê pelo menos um telefonema para um aluno ausente
.9) Avise com antecedência se não puder estar presente no Domingo.
10) Estude a lição com antecedência; no princípio da semana, aprofundando-se.
Não leia a história; conte com suas palavras. Lembre-se: cada minuto é muito importante.
- IMPORTANTE -
Nenhum (a) professor (a) pode estar pronto a se encontrar com os alunos antes de encontrar-se com Deus primeiramente.
Um coração preparado é muito melhor que uma lição preparada. Ele produzirá uma lição preparada.
Ore bastante. A oração coloca o coração do obreiro na lição. A oração coloca a lição no coração.
O aluno deve achá-lo (a) maravilhoso (a). Deve sentir o quanto é amado.
Seja amigo (a) de seus alunos. Expresse. O aluno necessita de:
Amor e aceitação;
Elogio sincero;
Professores tolerantes.
O trabalho com crianças deve ser considerado como ministério.
Deus chama pessoas para trabalhar.
O (A) professor (a) deve sentir um chamado de Deus para o serviço cristão.

DICAS PARA CHAMAR ATENÇÃO:

Homem da mão ressequida – MT 12:9:13
Usar luvas cirúrgicas para simbolizar o homem que tinha a mão ressequida. Mostrar a luva vazia representando o homem antes da cura. E encher a luva para demonstrar a cura realizada por Jesus. É interessante dar uma luva para cada criança.

Pragas do Egito – Rãs, gafanhotos – Ex 8:6;10:14Utilizar desenhos de sapos coloridos e espalhar por toda a sala. Depois que contar a história pedir que eles procurem os sapinhos. Quem achar primeiro ganha um prêmio. Ainda podem-se utilizar vários insetos de borracha.

Maná – Ex 16:31Levar pão e mel ou pão de mel para as crianças verificarem como era gostoso o alimento que Deus mandou do céu para o seu povo. Para representar as codornizes pode levar salgadinho de frango (tipo fandangos ou batata frita com sabor).
Povo no deserto – águas amargas e doces – ex 15:23-25. Para representar a água amarga se tornando doce, pode levar água tônica sem gás (vai ficar com um gosto ruim), e dar um copinho de café com essa água para cada criança tomar. É interessante que todas as crianças tomem essa água de uma vez, para verem o Gosto ruim que a água tinha. Em seguida, dar água mineral para elas beberem e perceberem o milagre feito por Deus para seu povo.



Fonte: Sandra Soares, www.dijap.com.br.

cREDITOS:http://anotacoesdabiblia.blogspot.com.br/2013/10/a-historia-do-rei-manasses-boa-para-o.html

 

A história do rei Manassés.-BOA PARA O DIA DE HALLOWEEN


A história do rei Manassés
Leitura Bíblica: II  Reis 21:1-18
II Cr 33:11-20 - O arrependimento do rei Manassés
Música: Com Armadura de meu Deus ,
o inimigo vou vencer,
Com a bíblia e com a fé,
Vou permanecer.
Firme sim,firme sim ,firme vou ficar.
Firme sim,firme sim ,firme vou ficar.
(gostei ,achei na net e serve de sugestão)
História:
Preste atenção!!!
A história dos reis de Israel e Judá sempre começa pela frase: “fez o que era bom aos olhos do Senhor”, ou “fez o que era mau diante dos olhos do Senhor.” Não há meio termo, em nenhum caso se lê a expressão: “fez mais ou menos o que era mau aos olhos do Senhor”. A razão disso é que Deus lidava direto com os reis constituídos sobre o Seu povo e os reis tinham duas alternativas, ou faziam o que era bom, ou o que era mau. Eles tinham direito à sua escolha, mas tinham de assumir as consequências delas.
Alguns reis foram fieis a Deus e foram honrados, vitoriosos e curados, outros preferiram seguir após outros deuses e foram reprovados por Deus. Os reprovados dificilmente tiveram uma nova oportunidade, mas o rei Manassés de Judá teve sua segunda chance de se consertar diante de Deus
Depois que o rei Ezequias morreu, o seu filho Manassés, aos doze anos de idade, começou a reinar em Jerusalém. Ao contrário de seu pai, Manassés não agradou ao Senhor no seu reinado, antes fez de tudo para irritar o Senhor e corromper o povo de Judá com idolatria e feitiçarias.

Na verdade Manassés desfez tudo o que seu pai tinha feito para tirar a idolatria do meio do povo, assim ele restaurou os altares de outros deuses, levantou altares aos Baalins, fez bosques em torno dos ídolos de pedra e prostrou-se diante de todos os deuses dos povos que viviam perto de Judá e os serviu. Além disso, Manassés profanou a Casa do Senhor em Jerusalém e edificou altares para todo o exército do céu e isso nos átrios da Casa do Senhor.

O rei Manassés tornou-se também um bruxo, pois, conforme faziam as nações que habitavam a terra de Canaã antes dos israelitas, envolveu-se com feitiçarias, adivinhações, encantamentos e agouros.


Quando os israelitas haviam entrado na terra prometida, o Senhor ordenou-lhes que lançassem fora da terra os cananeus assim como as suas práticas de adivinhações, feitiçarias e até de sacrifícios humanos. Manassés, porém, tanto fez o povo errar, que o levou a fazer coisas até piores do que as nações pagãs que o Senhor ordenou manter distância.


Em (2 Crônicas 33:6) lemos: “Fez ele também passar seus filhos pelo fogo no vale do filho de Hinom, e usou de adivinhações e de agouros, e de feitiçarias, e consultou adivinhos e encantadores, e fez muitíssimo mal aos olhos do SENHOR, para o provocar à ira.”  Viu só? Manassés caprichou na idolatria.

Vendo o Senhor Deus que a sua terra e o seu povo estavam cada vez mais contaminados pela idolatria e pelo pecado, começou a avisar, através dos profetas, a Manassés e ao povo para que se arrependessem dos horrores que estavam fazendo. Deus disse-lhes que, se eles não corrigissem os seus caminhos, viria um tão grande mal sobre eles, que aquele que ouvisse falar ficaria com as orelhas em pé.
Manassés não deu ouvidos aos profetas e Deus o advertiu várias vezes sobre a maldade de seu coração


Nada passa sem que o Senhor veja, nem o bem e nem o mal e com Manassés não foi diferente. Deus se cansou da maldade do rei e trouxe sobre eles os capitães dos exércitos da Assíria.
Jerusalém foi invadida pelo poderoso exército da Assíria, que era a potência dominante da época e Manassés foi preso com ganchos, cadeias e levado para a Babilônia.
Veja como são as coisas, o cidadão pode ser rico, poderoso, cheio de amizades influentes, pode ser até um rei, mas se não andar nos caminhos do Senhor corre o sério risco de perder tudo, de ser preso por qualquer motivo.
No cativeiro na Babilônia, Manassés mudou de atitude, ele se arrependeu amargamente de suas atitudes, de todo o mal que havia praticado e fez uma sincera oração a Deus. O texto bíblico diz: “E ele, angustiado, orou deveras ao SENHOR seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais.”  (2 Crônicas 33:12).
Deus é misericordioso e se arrepende do mal, então Ele ouviu sua oração e restaurou Manassés, ele voltou a Jerusalém e reconheceu que só o Senhor é Deus.
Deus permitiu Manassés passar por um cativeiro porque de um grande sofrimento viria uma grande mudança. Assim, a história do rei Manassés, cujo nome significa “faz esquecer”, é um exemplo de que as pessoas, por piores que tenham sido, ainda assim, podem se concertar e recomeçar uma nova vida para a glória de Deus.
Depois de ser restaurado, Manassés edificou o muro de fora de Jerusalém, nomeou capitães de guerra em todas as cidades fortificadas de Judá, tirou da Casa do Senhor os deuses estranhos, como também os altares que havia edificado e jogou tudo fora.
Manassés ordenou a Judá que servisse ao Deus de Israel, porém nem todo o mal praticado pelo rei pôde ser reparado, pois Israel continuou sacrificando a deuses estranhos, apesar de Manassés ter feito sua parte e Deus lhe deu uma nova oportunidade.
O rei Manassés morreu e foi sepultado em sua própria casa, a casa do rei que fez muitíssimo mau aos olhos do Senhor, mas que se arrependeu e foi restaurado. Amom, seu filho, reinou em seu lugar.
Mudança de atitude foi a chave para a restauração do rei Manassés. Ele se arrependeu sinceramente de todo o mal praticado, reconheceu o Senhor como o único e verdadeiro Deus e teve seu reino de volta. Deus não resiste a um coração sincero e arrependido, Deus não resiste a uma mudança de atitude.


Qualquer que seja seu problema, ele tem solução em Deus, mas vai depender de você, de sua mudança de atitude. Mudar de atitude já é meio caminho andado em direção ao sucesso. Enquanto arrependimento em si mesmo é uma mudança de atitude, ele também exige uma mudança na conduta da pessoa. João Batista instruiu as pessoas com, "Produzi, pois, frutos dignos de
 arrependimentos”Mateus 3:8)Uma pessoa que realmente mudou de atitude com respeito ao pecado manifestará essa mudança em suas ações. Jesus falou das diferenças entre as boas e as más pessoas, e disse ". . . pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7:20).Manassés precisou reconhecer como seu Deus o Deus de Israel e esta mudança de posição foi determinante em sua vida. Da mesma forma você precisa reconhecer Jesus como seu único Salvador, esta mudança de atitude vai fazer a diferença em sua vida.
Trabalhinhos para colorir




GIRLSPT.COM - Cursores Animados